007: O amanhã nunca morre, Roger Spottiswoode, 1997

O ponto alto da Era Brosnan, muito por conta do que já mencionei em outra  crítica. Essa coisa de que os filmes de James Bond sempre são ao mesmo tempo uma resposta para o cinema, para o filme anterior e para um contexto sociopolítico. Aqui, uma amálgama de alusão ao cinema de Hong Kong por … Continue lendo 007: O amanhã nunca morre, Roger Spottiswoode, 1997