crítica de cenas de um casamento, clássico de ingmar bergman estrelado por liv ulmann e refilmado pela HBO com Jessica Chastain e Oscar Isaac

Cenas de um casamento, Ingmar Bergman, 1974

Como os dois personagens que protagonizam o filme, Cenas de um casamento precisa de tempo e espaço. O tempo estendido do filme de quase três horas, o tempo que não enxergamos dos saltos entre um capítulo e outro e os literais espaços dos cenários que enclausuram os dois, articulando o minimalismo estético que guia a … Continue lendo Cenas de um casamento, Ingmar Bergman, 1974

crítica do filme Fome de Viver, estrelado por Susan sarandon e david bowie em 1983

Fome de viver, Tony Scott, 1983

O lado mais débil e ao mesmo tempo o mais fascinante da obra é o abandono de qualquer complicação de trama. Pensando na construção quadrada de um roteiro e de arcos de personagens, desenvolvimento de situações, texto e subtexto. Por mais que o filme se mova por coisas que acontecem, é como se ele só estivesse retratando uma existência além disso. 

crítica de Thelma e Louise, filme de ridley scott estrelado por brad pitt,susan sarandon e geena davis

Thelma & Louise, Ridley Scott, 1991

O que mais chama atenção no filme é como ele é direto nessa caracterização de homens e mulheres. Na inversão de papéis que vem com o enredo naturalmente. Em vez dos anti heróis que cruzam a América e deixam um bocado de violência no caminho, duas anti heroínas; em vez de uma femme fatale que aplica um golpe, um “homme fatale” interpretado por um Brad Pitt na flor da idade.