Texto sobre O Pagamento, filme de John Woo de 2003 estrelado por Ben Affleck e Uma Thurman

O pagamento, John Woo, 2003

Triste que o maneirismo “tradicional” de Woo meio que é limitado pela falta de capacidade de alguns envolvidos. Affleck no seu pior, Uma Thurman no seu pior ainda, não conseguiriam convencer se o filme se levasse sério. Já enquanto a articulação maneirista de gênero que Woo tenta construir, convencem menos ainda. Ainda assim, a ação … Continue lendo O pagamento, John Woo, 2003

texto sobre The Cameraman, filme de Busterk Keaton de 1928

O homem das novidades, Buster Keaton & Edward Sedgwick, 1928

Fora a perfeição simétrica de trama, estrutura de comédia e das gags visuais do cinema dele, Keaton meio que concretiza algum comentário sobre a forma fílmica.  Sanduichado entre Berlim: Sinfonia da Metrópole, de 27 e O homem com uma câmera, de 29, o terceiro ato deste The Cameraman (ou O Homem das novidades) vai se … Continue lendo O homem das novidades, Buster Keaton & Edward Sedgwick, 1928

crítica de cry macho o caminho para redenção, filme de clint eastwood de 2021

Cry Macho: o caminho para redenção, Clint Eastwood, 2021

Fui ver meio com um ranço da ideia de filme testamento, que é como Cry Macho tem sido descrito por aí. Rejeito porque acho que Eastwood já conseguiu superar isso dentro do próprio cinema um bocado de vezes. Ele “se despediu” do símbolo que ele se tornou em Os Imperdoáveis, em Gran Torino, em Menina de Ouro enquanto personagem. Até mesmo em A Mula.

texto sobre amor em jogo, filme dos irmãos farrelly estrelado por drew barrymore e jimmy fallon

Amor em jogo, Bobby & Peter Farrelly, 2005

É tão bobo, mas funciona em tantos níveis que fica difícil não defender. Apesar da chaga que é a presença da falta de talento absoluta personificada em carne e osso (Fallon), é um filme que articula toda uma “americanidade”. Tanto pensando em roteiro quanto na dramaturgia e na representação de estilo que o longa se … Continue lendo Amor em jogo, Bobby & Peter Farrelly, 2005

texto sobre febre de bola, filme estrelado por colin firth adaptado do livro de nick hornby e que foi refilmado como amor em jogo, anos depois

Febre de bola, David Evans, 1997

A falta de criatividade de Evans é do tipo de coisa que afunda qualquer enredo medíocre. Criando um esquecimento para certas histórias. Fazendo com que obras sejam fadadas à inexistência. É quase imperdoável não fosse pelo uso de certas imagens de arquivo. A sorte dele aqui é que tem algo brilhante na origem dessa história … Continue lendo Febre de bola, David Evans, 1997

crítica de Maligno, filme terror dirigido por James Wan e estrelado por Annabelle Wallis

Maligno, James Wan, 2021

Correndo o risco de me conectar mais com o uso referencial do que com as obras que são referência por si, Maligno é um filme que - apesar de verter por todas as suas frestas, uma hemorragia abundante de alusões, citações, ressignificações de uma coleção diversa de subgêneros do terror (filmes slasher e giallo principalmente) - se sustenta por uma construção estética que nos faz embarcar completamente no absurdismo do enredo B e na estilização da forma ao redor disso para concretizar a ideia de percepção de realidade que é central à trama.

texto sobre o filme johnny mnemonic, estrelado por keanu reeves em 1995

Johnny Mnemonic: o cyborg do futuro, Robert Longo, 1995

De alguma forma, o filme consegue articular o ponto central mais pesado da premissa, mas sem necessariamente perder a superficialidade de suspense de ação noventista. Reeves é a folha em branco perfeita para concretizar essa posição de armazenamento esvaziado.  Tudo para, numa atuação muito típica da forma como ele se porta, nos fazer pensar nessa … Continue lendo Johnny Mnemonic: o cyborg do futuro, Robert Longo, 1995