Não é das coisas mais revolucionárias formalmente, mas o que Sushmit Ghosh e Rintu Thomas fazem com essa simplicidade na construção de um documentário sobre um jornal independente tocado por mulheres numa região complicada da Índia consegue se tornar daqueles filmes sobre algum tema que colateralmente materializam um retrato amplo sociopolítico de um contexto. 

É sobre o jornal e sobre aquelas personagens que trabalham neste jornal, mas também é sobre a integração digital de uma parte pobre do país mais populoso do mundo, sobre o nacionalismo hindu tomando conta das áreas frágeis, sobre questões de gênero, sobre uma centralização de poder ocorrendo e sobre uma manifestação local de fascismo. Isso sem nunca deixar de lado seu tema principal, a imprensa, como parte importante dos equilíbrios democráticos que compõem essa bagunça. 

A questão jornalística é muito inspiradora especialmente quando o filme para e registra o trabalho sendo feito. Ecoando o trabalho fundamental da reportagem de simplesmente reportar uma realidade. Trazendo à tona o ato poderoso de perguntar para tentar entender as complexidades daquilo. Coisa que parece tão básica mas que jornalões ricos em grandes centros muitas vezes parecem esquecer.

Em questão de estrutura, o filme se estende às vezes. Se apoia muito na circulação de núcleos quando vai alternando entre as personagens centrais. Porque naturalmente algumas são mais interessantes que outras. O que deixa escapar uma falta de jeito de cortar ou elencar a importância e desimportância de certos momentos. 

É o que impede que Escrevendo com Fogo seja um grande filme, no final das contas. Mas nada que atinja essa coluna central de se tornar um retrato amplo de seus temas. 

Nos fazendo pensar em certas coisas que sequer são discutidas de maneira muito mais profunda do que várias séries documentais de streaming que se debruçam sobre elas. Tipo o poder do digital, as relações das redes com a mudança política e a forma como sociedades se moldam a partir da circulação de informações.

writting with fire, eua, 2022
direção: sushmit ghosh rintu thomas
montagem: sushmit ghosh
elenco: meera devi suneeta prajapati shyamkali devi

se você gostou do que leu, compartilhe e siga o Coquetel Kuleshov também no Instagram, no Letterboxd e no Twitter

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s